The Church of Jesus Christ of Latter-day Saints

Mormon Temples

Sobre os Templos

Porque os Mórmons Constroem Templos

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias está envolvida na construção de Templos desde 1830. Neste vídeo, académicos religiosos de diversas denominações debatem acerca da importância da adoração feita nos Templos desde os primórdios da História da Humanidade até à actualidade.

As Famílias podem ser Eternas

Os membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias acreditam que todos os seres humanos que nascem nesta Terra já viveram, como espíritos, no céu com Deus, o nosso Pai Celestial. Cada um de nós vem à Terra para ser testado por meio desta experiência mortal. Seguindo os princípios do evangelho, cada um de nós pode voltar à presença de Deus, onde viveremos para sempre com a nossa família.

O ensinamento dos  santos dos últimos dias de que os relacionamentos familiares estabelecidos nesta Terra perduram para além da morte é único entre as restantes fés cristãs. Para que durem além da morte, os casamentos devem ser realizados num templo.  Os casais que se filiam à Igreja depois de já serem casados também podem ser “selados” em cerimônias idênticas e os seus filhos também podem ser selados aos pais. Desse modo, os templos  santos dos últimos Dias, conhecidos como  “mórmons”, não são os lugares habituais de adoração dominical das congregações. Estes são especialmente concebidos para  “casamentos eternos” e outras cerimônias individuais e centradas na família. Para que as promessas do templo tenham  efeito, o esposo e a esposa devem ser fiéis e amar-se um ao outro e prosseguir numa conduta de serviço e compromisso cristãos por toda a vida.

Os Templos e a Genealogia

Os templos também têm um outro grandioso propósito além de unirem para a eternidade as famílias dos que ainda vivem. Para milhões de pessoas que viveram e morreram no decurso da história sem a oportunidade de beneficiar-se do casamento no templo, as cerimônias  do templo podem ser realizadas em seu nome por procuradores vivos. Frequentemente, os membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias representam os seus próprios ancestrais falecidos nesse tipo de cerimônias, que incluem o batismo e o selamento entre marido e mulher e entre pais e filhos. Na crença dos santos dos últimos dias, todo o trabalho realizado no templo necessita ser voluntariamente aceito no céu por todo indivíduo falecido para  que tenha efeito.

Facebook Twitter Google+